Facebook Youtube WhattApp73 99195-4225

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2021

Porto Seguro registra ocupação hoteleira de 70% no período em que seria realizado o Carnaval


A rede hoteleira da sede de Porto Seguro, cidade no da Bahia, registra 70% de ocupação neste período em que seria realizado o carnaval, festa que foi suspensa por causa da pandemia. Mesmo sem a folia, o destino é opção dos turistas. No mesmo período de 2020, a taxa de ocupação foi de 95%. Apesar da redução, quando comparado com o ano passado, o vice-presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) Sul Bahia considera a taxa de 2021 positiva. “Apesar de tudo isso, está positivo. Estamos numa retomada boa, temos lindas praias, passeios sem aglomeração, o sol, isso é muito atrativo”, disse. Sem os turistas que visitam o sul da Bahia para curtir o carnaval, o perfil dos visitantes neste ano mudou, como explica o secretário de turismo e vice-prefeito de Porto Seguro, Paulo Onishi. “Esse público mudou, não é mais um publico de festa. É um público diferente, vai ser mais família!” A turista de São Paulo, Poliana Petrucci, veio à Bahia para descansar. “O tom do batuque vai ser diferente, a gente veio procurar lazer e piscina e nada de folia que a gente tá acostumado. Talvez a fantasia seja ficar sempre de máscara!”, disse. Quem visitar a região precisa seguir os protocolos de segurança. É proibido trio elétrico, realização de blocos ou shows. Quem desrespeitar, poderá ser punido. A Polícia Militar vai fiscalizar bares e hotéis. Além da redução na ocupação dos hotéis, no aeroporto da cidade, o movimento de turistas também diminuiu. Em 2020, 126 voos aterrissaram em Porto Seguro e cerca de 22 mil pessoas desembarcaram na cidade durante o carnaval. Neste ano, a estimativa é de pouco mais de sete mil pessoas e 58 voos, uma diminuição de 60%. (Bahia Notícias)