Facebook Youtube WhattApp73 99195-4225

quarta-feira, 1 de abril de 2020

Barra do Rocha tem caso de coronavírus confirmado


Mais um caso de coronavírus foi confirmado na região de Ipiaú na noite desta quarta-feira (01), desta vez no vizinho município de Barra do Rocha. A cidade, com pouco mais de 6 mil habitantes, já tem um caso confirmado cinco notificados, um descartado e 3 aguardando o resultado .Com este caso confirmado, Barra do Rocha junta-se a Ipiaú Itagibá e Jequié no Território Médio Rio das Contas, com um caso confirmado em cada uma das cidades.

Em pronunciamento na TV, Bolsonaro muda o tom e não critica o isolamento social


O presidente Jair Bolsonaro fez nesta terça-feira, em rede nacional de televisão, o quarto pronunciamento sobre a crise do coronavírus. Desta vez, ele não criticou diretamente o isolamento social como forma de conter a pandemia, método defendido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pelo próprio Ministério da Saúde. No último dia 24, ele chegou a pedir na TV a “volta à normalidade” e o fim do “confinamento em massa”. Nesta terça, diferentemente do que fez pela manhã, na portaria do Palácio da Alvorada, Bolsonaro não usou a interpretação equivocada da fala do diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, para criticar o isolamento social. Bolsonaro é um dos poucos chefes de Estado no mundo que defende a retomada da atividade econômica em meio à pandemia do coronavírus. À noite, na TV, ele recorreu a trechos de uma fala de Adhanom, mas não criticou diretamente as medidas de isolamento. O presidente se disse preocupado com a vida e também com a manutenção dos empregos. Afirmou que o remédio não pode ser pior que os efeitos que a pandemia provocará. “Minha preocupação sempre foi salvar vidas. Tanto as que perderemos pela pandemia como aquelas que serão atingidas pelo desemprego, violência e fome”, afirmou. Ele disse não pretender negar a importância das medias preventivas, mas ressalvou que é preciso pensar nos cidadãos “mais vulneráveis”

Países preveem prisão para punir piadas de Dia da Mentira sobre coronavírus


O Dia da Mentira, data celebrada internacionalmente com brincadeiras em todo 1º de abril, ganha outro tom em 2020, com o combate contra notícias falsas relacionadas à pandemia do novo coronavírus (COVID-19). Governos e empresas se pronunciaram às vésperas desta quarta-feira (1º) para antecipar medidas. Na Tailândia, o governo local anunciou que piadas de “Primeiro de Abril” sobre o vírus podem ser punidas sob uma lei que prevê sentença de até cinco anos de prisão. “É contra a lei fingir ter o COVID-19 neste dia da mentira”, dieclarou a conta oficial do governo do país na rede social Twitter. A presidente de Taiwan, Tsai Ing-wen, foi ao Facebook para pedir às pessoas que não brincassem com o vírus, acrescentando que qualquer pessoa que espalhe boatos ou informações falsas poderá enfrentar até três anos de prisão e multa de cerca de US$ 100.000 (aproximadamente R$ 500.000 na cotação atual). Na Índia, a unidade de cibersegurança do estado de Maharashtra disse que tomaria medidas legais contra qualquer pessoa que divulgasse notícias falsas no Dia da Mentira.

Bancos terão que usar faixas e pintar calçadas para delimitar separação entre clientes


Os bancos em Salvador terão que delimitar a separação de pelo menos um metro entre os clientes, dentro e fora dos estabelecimentos, segundo o que anunciou nesta quarta-feira (1º), o prefeito ACM Neto (DEM). Em entrevista coletiva, o democrata afirmou que irá criar um decreto, que deve ser publicado na quinta (02). “Não suspendemos o funcionamento dos bancos por causar consequência na vida da pessoa. Mas minha preocupação é com as filas no banco. (…) Agências bancárias da cidade precisam fazer uma delimitação externa garantindo a separação de pelo menos um metro entre uma pessoa e outra na fila dessa própria agencia, que se forma todo dia, não tem jeito. Não adianta ter um amontoado de pessoas do lado de fora da agência”, afirmou.

Ibovespa cai com avanço do coronavírus; dólar sobe a R$ 5,24


O Ibovespa opera em queda nesta quarta-feira (1), na primeira sessão do segundo trimestre, com o aumento no número de casos de coronavírus no mundo sobrepujando qualquer outro driver possível para a sessão. O número de pessoas atingidas pela doença ultrapassou 861 mil, com mais de 42,3 mil mortes. Hoje, o Relatório de Emprego ADP do setor privado dos Estados Unidos mostrou que em março foram eliminados 27 mil postos de trabalho, melhor que o esperado de acordo com a mediana das expectativas dos economistas compilada no consenso Bloomberg, que apontava para a destruição de 150 mil vagas. Em fevereiro haviam sido criados 183 mil empregos no setor privado da maior economia do mundo. Ontem, o índice Dow Jones fechou o seu pior março desde 2008 e o presidente americano Donald Trump advertiu que os EUA terão “duas, três semanas muito duras, um inferno” pela frente, o que afeta os mercados nesta sessão. A Casa Branca disse que os EUA poderão ter entre 100 mil e 240 mil mortes pelo coronavírus.

Brasileiro de 23 anos morre vítima de coronavírus e é o mais jovem do país a morrer pela doença


A secretaria da Saúde do Rio Grande do Norte confirmou a segunda morte em decorrência do coronavírus nesta terça-feira (31). A vítima que vivia na capital, Natal, é um homem de 23 anos, identificado como Matheus Aciole, o mais jovem a morrer pela doença no país. Segundo a pasta, ele apresentava quadro de obesidade e deu entrada em um hospital privado no dia 24 de março, foi examinado e voltou para casa, onde ficou em isolamento por dois dias. Como não apresentou melhora, ele foi ao serviço público no dia 27 de março onde realizou o teste para a doença e foi regulado ao serviço privado. O resultado positivo saiu na noite desta terça-feira (31). O estado agora registra 83 casos confirmados do Covid-19 em 14 cidades. Outros 1.835 casos ainda aguardam o resultado do exame e são considerados suspeitos.

Questionado sobre ações de Bolsonaro, Trump diz que estuda banir voos do Brasil


Em seu briefing de hoje sobre a Covid-19, Donald Trump afirmou que pode incluir o Brasil em uma lista de países que terão suspensas todas as viagens a território americano. Na entrevista, um repórter perguntou ao presidente dos EUA se ele não pensava em adotar medidas como o veto à chegada de voos do Brasil, mencionando a objeção de Jair Bolsonaro a restringir a movimentação de pessoas no país. “Estamos observando muitos países e suas posições. O Brasil, por exemplo, você mencionou o presidente… o Brasil não tinha problemas até pouco tempo atrás. Agora estão com números subindo. E, sim, estamos pensando em um veto”, respondeu Trump, sem dar mais detalhes. Até agora, os EUA não restringiram a chegada de brasileiros, mas recomendaram que viagens não essenciais ao país sejam evitadas–e que aqueles que voltarem do Brasil para os EUA fiquem em casa por 14 dias

Líder dos caminhoneiros diz que categoria vai parar se governos seguirem com quarentena


Um dos líderes da greve dos caminhoneiros de 2018, Wallace Landim, declarou que a categoria deve fazer uma nova paralisação se os governadores não recuarem nas medidas restritivas contra o novo coronavírus. Eles protestam principalmente pela falta de postos de gasolina e restaurantes abertos na estrada, já que muitos desses estabelecimentos foram fechados por decretos estaduais. “Se não voltarem atrás e não sair liminar na Justiça, a categoria provavelmente vai parar. Vai paralisar naturalmente, por não ter como trabalhar, e parar em protesto”, ressaltou Landim. A associação entrou com uma ação na Justiça contra a quarentena. De acordo com a publicação, Chorão, como o líder é mais conhecido, acusa o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), de querer lucrar em eleições futuras. Por outro lado, ele diz que a relação com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, é boa. Segundo o líder, eles conversam diariamente e o governo tem dado suporte ao que a categoria precisa. “O problema está com os governadores”, resumiu.

Ipiaú tem confirmado primeiro caso de coronavírus


A Secretaria Municipal de Saúde confirmou neste quarta-feira (01) o primeiro caso confirmado de Covid 19 na cidade de Ipiaú. O paciente é um médico de Ipiaú.

Segundo o informe divulgado pela secretaria o paciente se encontra isolado já desde o dia 18 de março apresentando melhora no seu quadro clínico.

Até o momento o município apresenta 11 casos suspeitos, sendo cinco descartados, um caso confirmado e um aguardando resultado de exame.

terça-feira, 31 de março de 2020

Atlantic Nickel prolonga prazo para trabalho em home office


A Atlantic Nickel informou na segunda-feira (30) a todos os seus empregados que, diante do cenário atual, ampliará o prazo do trabalho remoto – home office – para até o dia 10 de abril (sexta-feira da próxima semana) para os profissionais que já estavam trabalhando remotamente desde o dia 18/03.

O cenário passa por mudanças rápidas constantemente. Diante da imprevisibilidade, é importante ressaltar que esse prazo (até 10 de abril) pode ser alterado a qualquer momento, sendo antecipado ou prorrogado, conforme as novas orientações das autoridades públicas de saúde. Enquanto isso, os empregados seguem utilizando a infraestrutura para reuniões remotas, com as ferramentas Skype for Business, Teams ou Zoom.

A empresa segue cumprindo todas as normas estabelecidas pelas autoridades de saúde, além da redução de empregados nos ambientes, intensificação da higienização das dependências e veículos da empresa, medição de temperatura de empregados e contratados na entrada da Mina Santa Rita e a disponibilização do serviço de teleatendimento médico Eu Saúde.

As atividades relacionadas à mineração foram consideradas essenciais ao País durante a pandemia de Covid19 pelo Ministério das Minas e Energia, conforme Portaria nº 135/20 publicada no Diário Oficial da União, edição extra de 30/03/2020. Para conhecer todas as ações de combate ao Covid19, acessar informações atualizadas e baixar conteúdos informativos para redes sociais, visite o site.

Itagibá está entre as novas cinco cidades com transporte intermunicipal suspenso


Cinco municípios da Bahia foram incluídos na medida de suspensão de transporte intermunicipal determinada pelo governo do estado em prevenção e combate ao avanço do novo coronavírus. Com isso, o transporte intermunicipal fica suspenso, a partir da primeira hora de amanhã (1º), nas cidades de Itagibá, Itamaraju, Itororó, Pojuca e Dias d’Ávila, que apresentaram casos da doença. A suspensão vale para qualquer transporte coletivo público e privado, rodoviário e hidroviário, do tipo regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans. A inclusão das cidades foi feita por meio de decreto publicado na edição de hoje (31) do Diário Oficial do Estado. O transporte intermunicipal passa a fica suspenso, até o domingo (5), em 34 cidades: Itagibá, Itamaraju, Itororó, Pojuca, Dias d’Ávila, Ipiaú, Salvador, Feira de Santana, Porto Seguro, Prado, Lauro de Freitas, Simões Filho, Vera Cruz, Itaparica, Itabuna, Ilhéus, Itacaré, Camaçari, Luís Eduardo Magalhães, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Guanambi, Vitória da Conquista, Santa Maria da Vitória, Correntina, Entre Rios, Jequié, Brumado, Conceição do Jacuípe, Juazeiro, Teixeira de Freitas, Nova Soure, São Domingos e Canarana.* Metro1

Secretaria de Saúde de Ipiaú aguarda resultados de 6 casos suspeitos de covid-19


A Secretaria de Saúde do Município de Ipiaú aguarda resultados de exames de seis casos notificados como suspeitos. Os testes são realizados no Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN) em Salvador. O resultado demora de 48 a 72 horas. Até o momento, não há registro de caso confirmado no município. Já foram notificados 11 casos, cinco deles descartados. Não foi informado se os seis casos notificados, são todos de Ipiaú, já que o Hospital Geral de Ipiaú atende a outros municípios da região. Na última sexta-feira (27), o LACEN testou positivo para uma paciente do HGI, residente no distrito do Japomirim, município de Itagibá. Até a manhã dessa terça-feira (31), a Bahia já contabilizava 176 casos, com dois óbitos.