Facebook Youtube WhattApp73 99195-4225

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2021

Aprovado projeto de lei que institui programa de monitoria estudantil na rede estadual


O Programa Mais Estudo deixou de ser piloto e tornou-se lei após o projeto ser aprovado por unanimidade, nesta quinta-feira (11), pela a Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA). O programa de monitoria estudantil do governo da Bahia paga bolsas a alunos da rede pública com notas acima de 8, para que eles possam ajudar os colegas com notas abaixo da média, especialmente nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática. De acordo com o governo, o projeto de lei teve a relatoria da deputada Olívia Santana (PC do B). A bolsa de monitoria, no valor de R$ 100, será paga por período correspondente aos meses do ano letivo em cada edição do programa. O bom desempenho escolar e a frequência regular são os critérios obrigatórios para a concessão da bolsa aos monitores. Como parte do Mais Estudo, cada turma terá dois monitores, que serão selecionados dentre os estudantes do ensino médio, da educação profissional e do 8º e 9º anos do ensino fundamental, a partir das notas obtidas no ano anterior ou no trimestre anterior ao da etapa de seleção. As atividades de monitoria ocorrerão no turno em que o estudante não estiver em atividade escolar.