Facebook Youtube WhattApp73 99195-4225

sexta-feira, 13 de novembro de 2020

Acusado de estuprar criança em Guaibim se apresenta à polícia e diz ter ‘fascínio por pedofilia’


O comerciante suspeito de estuprar um menino de 10 anos se apresentou à polícia na quarta-feira (11), em companhia de um advogado, na delegacia de Valença no baixo-sul da Bahia. O crime aconteceu no domingo (8) quando o acusado teria cometido a violência sexual, dentro da barraca de praia que é proprietário, desde então o acusado estava desaparecido. De acordo o G1, o homem disse durante depoimento ser doente, ter “fascínio por pedofilia” e que necessita de ajuda. Depois de ser ouvido pelo delegado José Raimundo Neri Pinto, o acusado de estupro foi liberado porque não havia mais flagrante. O delegado informou que o caso segue sob investigação, e que o homem deve responder por crime de estupro de vulnerável. A vítima e familiares foram ouvidos, e foram expedidas guias de exames de lesões corporais. Não foi divulgado o teor dos depoimentos. Ainda no domingo, após o crime, moradores da região incendiaram o estabelecimento comercial do suspeito. O delegado José Raimundo Neri Pinto disse que ainda está apurando a autoria do ataque ao imóvel. (G1)