Facebook Youtube WhattApp73 99195-4225

terça-feira, 11 de agosto de 2020

Pai é preso suspeito de causar acidente que matou os dois filhos


Um professor foi preso suspeito de provocar o acidente que matou os dois filhos neste domingo (10) na Dutra em Lavrinhas. Segundo a Polícia Civil, o homem entrou na rodovia pela contramão, trafegou pelo acostamento e jogou o carro contra uma carreta. O acidente foi por volta de 12h deste domingo e as crianças Samuel Henrique, de seis anos, e Saulo José, de quatro anos, morreram na hora. O pai das crianças, de 59 anos, foi socorrido e segue internado no Hospital Regional de Taubaté. Ele vai responder por homicídio doloso. Segundo o boletim de ocorrência, o pai seguia na contramão da rodovia pelo acostamento em alta velocidade. Ao ver o caminhão, invadiu a pista e bateu contra o veículo. A suspeita da polícia é de que ele tenha causado o acidente por causa de discussões com a mãe da criança. Dias antes, ela havia feito um boletim contra ele por ameaça. Em depoimento, o motorista do caminhão contou a polícia que, antes da batida, o pai das crianças tentou invadir a pista, mas ele conseguiu desviar para a pista lateral. Mas mesmo assim, o motorista do carro jogou o veículo contra o caminhão novamente. Com o impacto da batida, o caminhão pegou fogo após o acidente e ficou destruído. O motorista do caminhão não se feriu. Segundo a polícia, o caso foi registrado como homicídio doloso, quando há a intenção de matar. O delegado que registrou o caso, Cirilo Neto, explicou que, além do depoimento, a perícia apontou indícios que mostram que a situação não foi um acidente, mas proposital. “Não há indícios de que o motorista tenha perdido o controle ou freado ao atravessar a pista contrária”, explicou. O delegado ainda afirmou que no dia 6 de agosto a mãe das crianças havia registrado um boletim de ocorrência por ameaça contra ela após uma discussão. O casal estava separado e ela mantinha a guarda das crianças. A mãe teria, informalmente, permitido que o pai pegasse as crianças para passar o domingo por causa do Dia dos Pais. O homem teve ferimentos no acidente e está hospitalizado, mas preso sob escolta policial. Os corpos das crianças foram velados e sepultados na manhã desta segunda-feira em Cruzeiro.*G1