Facebook Youtube WhattApp73 99195-4225

terça-feira, 17 de março de 2020

PDT quer que a Justiça obrigue Bolsonaro a fazer quarentena por coronavírus


O PDT ingressou com uma ação judicial de urgência para que o presidente da República, Jair Bolsonaro,  seja obrigado a entrar em quarentena e fique proibido de manter contato, incitar ou organizar manifestações populares até a volta da normalidade das questões de saúde pública. A ação tramita na Justiça Federal do Distrito Federal. Segundo a ação, Bolsonaro coloca em risco a saúde dos cidadãos ao desrespeitar recomendação do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS) para combate contra o novo coronavírus. "Não se trata do cuidado com a sua saúde individual, mas com a responsabilidade compartilhada de estar inserido em uma comunidade", diz o documento.  Apesar de inicialmente ter pedido a apoiadores que não fossem aos atos deste domingo (15), por conta da propagação do vírus, o presidente estimulou os protestos com postagens nas redes sociais e ainda participou das manifestações em Brasília. O presidente, sem uso de máscara, tocou manifestante e manuseou os celulares de alguns para fazer selfies. Até o momento, 13 pessoas que estiveram com Bolsonaro durante viagem a Miami (EUA) estão infectadas com o Covid-19.  Segundo o partido de oposição, a decisão judicial de impor a quarentena não diminuiria ou vilipendiaria os direitos do presidente, já que ele poderia exercer as suas funções em resguardo, via redes sociais.