Facebook Youtube WhattApp73 99195-4225

terça-feira, 19 de maio de 2020

Criança com suspeita de espancamento está internada no HGE; marido da mãe é o principal suspeito do crime

[Criança com suspeita de espancamento está internada no HGE; marido da mãe é o principal suspeito do crime]

Uma criança de um ano e um mês está internada com traumatismo craniano e lesões no corpo no Hospital Geral do Estado (HGE), nesta terça-feira (19). O principal acusado é o marido da criança. De acordo com a mãe da criança, o espancamento aconteceu quando ela precisou sair para ir à casa da vizinha. “Eu deixei minha filha com ele [ marido] e disse que iria na casa de minha vizinha, e quando retornei eu encontrei minha filha nesse estado crítico”, disse a genitora. A menina foi levada pela mãe para Unidade de Pronto Atendimento (Upa) de São Marcos, e depois transferida no HGE, onde está internada.  O acusado do crime mandou um áudio para a mãe da criança ferida e disse que as fraturas foram provocadas por uma queda nas escadas da casa, enquanto ele tentava subir na laje com a criança.  Já os médicos do HGE apontam que os ferimentos da menina são resultado de espancamento, segudo  relato da mãe da vítima.A reportagem da TV Record falou com acusado por telefone. Ele reforçou a versão sobre acidente doméstico. “Eu não espanquei. Eu estava com ela [a criança] quando eu tentei subir a escada e ela caiu”, disse o acusado. A mãe da criança morava com o acusado há dois meses. O estado de saúde é criança delicado. Ela está respirando através de aparelhos com traumatismo craniano, com fratura nas costelas e rins feridos. Apesar da mãe registrar queixa na Delegacia Especializada de Repressão A Crime Contra (Derca), o acusado continua solto.