Facebook Instagram Youtube WhattApp73 99119-1758

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Defesa de Cunha tem 47 pedidos negados por juiz de uma só vez


O ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, (PMDB-RJ) teve 47 pedidos negados pelo juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília. Um dos pedidos feito pela defesa do ex-parlamentar foi para quebrar o sigilo do celular do empresário Henrique Constantino, a fim de verificar se o presidente Michel Temer (PMDB) pediu adiantamento para a campanha de Gabriel Chalita à prefeitura de São Paulo, em 2012. Segundo informações de O Globo, o magistrado negou o pedido por “não ter qualquer pertinência com o objeto do presente processo” – o magistrado é responsável pela ação que trata de desvios na Caixa Econômica Federal (CEF). Neste processo, o Ministério Público Federal (MPF) pediu a condenação de Cunha a 386 anos de prisão por suspeita de receber recursos desviados do banco. Outros pedidos negados por Vallisney foram para quebrar os sigilos fiscal e bancário de Lúcio Bolonha Funaro e a realização de perícias em planilhas informadas por Funaro e Fábio Cleto. (Bahia Notícias)