Facebook Instagram Youtube WhattApp73 99119-1758

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Carnaval 2018 termina sem mortes nos circuitos na Bahia, diz secretário de Segurança


Carnaval da Bahia, em Salvador e em 33 cidades do interior, não registrou nenhuma morte nos circuitos oficiais da festa, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). Na capital baiana, nos circuitos da Barra/Ondina (Dodô), Campo Grande (Osmar) e Centro Histórico (Batatinha) foram registrados 99 casos de lesões corporais. Segundo a SSP-BA, este número foi o mesmo do ano passado. Apenas um caso, relacionado à violência contra a mulher, foi considerado grave pela SSP-BA e a vítima, que não teve o nome divulgado, já teve alta médica. Conforme a SSP-BA, neste ano, os sete dias oficiais de festa ocorreram também sem qualquer tentativa de homicídio, lesão corporal dolosa ou latrocínio.

Foram 764 ocorrências de roubos e furtos registrados, contra 919 computadas no ano passado, o que representa queda de 16,9%. A SSP-BA também informou que foram reduzidos em 60% os índices de roubo a ônibus na cidade, no mesmo período. De acordo com a secretaria, os portais de abordagem revistaram mais de 1,5 milhão de foliões, resultando em 494 objetos cortantes apreendidos, 233 deles considerados armas brancas. Ao longo dos dias de festa, foram conduzidas por policiais 2.164 pessoas, sendo 55 presas em flagrante. Entre os flagrantes, quatro prisões foram de violência contra a mulher, crime que também gerou seis conduções aos postos da Polícia Civil. Quatro armas brancas ainda foram apreendidas em abordagens dentro dos circuitos e geraram ocorrências policiais nas unidades judiciárias. Foram apreendidas ainda porções de drogas, como maconha, cocaína e crack, tubos de lança perfume, comprimidos de ecstasy, entre outros entorpecentes.