Facebook Youtube WhattApp73 99195-4225
nome

quinta-feira, 18 de novembro de 2021

Mulher que ia para Ibirapitanga conhecer o pai desaparece; filha adolescente também sumiu


Uma mulher de 27 anos e sua filha, uma adolescente de 15 anos, estão desaparecidas há mais de 30 dias no sul da Bahia. Solange Gonçalves Nunes saiu da cidade de Guaratinga em direção à Ibirapitanga, onde pretendia encontrar o pai, que ela não conhecia.

Segundo informações de familiares, a viagem teria sido planejada após Solange receber uma ligação anônima informando que seu pai vivia em Ibirapitanga, que fica a 353 km de Guaratinga, e que estaria doente. Ela não teria comentado sobre a viagem com a família.

Na viagem, a mulher levou, além da filha adolescente, outros dois filhos, duas crianças pequenas, de 5 e 3 anos.

Após saírem da cidade onde vivem, a mulher chegou a fazer contato com os familiares. No entanto, de acordo com Gerson Bispo, primo de Solange, ela teria ligado para pedir que fossem buscá-la.

Ela teria afirmado que foi vítima de um golpe e que a pessoa com quem se encontrou em Ibirapitanga não tinha nenhuma ligação com o seu pai.

Na última segunda-feira (15), os dois filhos mais novos de Solange, de 5 e 3 anos, foram encontrados em uma praça da cidade de Aurelino Leal, que fica a 26 km da cidade de Ibirapitanga, que seria o destino da família.

As crianças foram levadas para o Conselho Tutelar e ainda não encontraram a família.

Solange Gonçalves Nunes e a filha mais velha, Kaila Gonçalves Nunes, continuam desaparecidas. De acordo com a Polícia Civil, uma ocorrência foi registrada nesta terça-feira (17), na Delegacia Territorial de Aurelino Leal.

A polícia considera o dia 16 de outubro, data posterior ao último contato entre a Solange e família como data do desaparecimento. Nas redes sociais, familiares têm divulgado vídeos onde pedem informações sobre o destino de Solange e da filha.*G1