Facebook Youtube WhattApp73 99195-4225

terça-feira, 16 de março de 2021

Famílias de baixa renda com filhos matriculados na rede estadual vão receber auxílio de R$ 150

Cerca de 293 mil famílias de baixa renda da Bahia com filhos matriculados na rede estadual de ensino vão receber um auxílio mensal de R$ 150 para manter os estudantes na escola. A chamada bolsa permanência é uma das três ações do Governo do Estado para a educação que integram o programa Estado Solidário, lançado pelo governador Rui Costa em live realizada nesta terça-feira (16). O projeto oferece ainda o vale-alimentação de R$ 55 para cada aluno da rede estadual e a bolsa de monitoria, no valor de R$ 100.

“Lançamos aqui o programa estado solidário para apoiar a sociedade, dentro das limitações do estado, para os setores mais impactados e para a área da educação. Vamos implementar três tipos de ações que são um misto de apoio à educação e social às famílias dos estudantes”, afirmou o governador.

A bolsa permanência deve ser paga por seis meses, estimou Rui. o objetivo é apoiar as famílias de baixa renda durante o período mais duro de recessão causado pelo recrudescimento da pandemia. Antes de ser liberada, a proposta do benefício será enviada para a Assembleia Legislativa do Estado da Bahia até sexta-feira (19) para aprovação dos deputados. Para receber o benefício, a família deve estar cadastrada no Cadúnico e ter um filho matriculado na rede estadual. Entretanto, o estudante deve possuir frequência escolar, mesmo durante as atividades à distância.