Facebook Youtube WhattApp73 99195-4225

terça-feira, 1 de dezembro de 2020

Atlantic Nickel exporta 67,7 mil toneladas de concentrado de níquel produzido no sul da Bahia

Salvador, 01 de dezembro de 2020 – A Atlantic Nickel, única empresa produtora de níquel sulfetado no Brasil, alcança neste mês de dezembro a marca de 67,7 mil toneladas de concentrado de níquel exportadas este ano para atender à crescente demanda do mercado internacional da eletrificação. 

Matéria-prima fundamental na fabricação de baterias, e grande propulsor da expansão do segmento de carros elétricos no mundo, o níquel proporciona a adoção de fontes de energia alternativas à combustão, construindo a tecnologia do futuro de maneira sustentável. 

O navio que leva o sétimo carregamento do minério para exportação teve o embarque finalizado no final da manhã da segunda-feira (30), com 10,4 mil toneladas de concentrado de níquel sendo transportadas em direção a China. 

O embarque, que faz a empresa alcançar a marca de 67,7 mil toneladas exportadas em 2020, foi realizado a partir do Porto de Ilhéus, terminal que fica a apenas 140km da unidade de produção localizada no município de Itagibá, região sul da Bahia. 

Controlada pelo fundo de investimentos Appian Capital Brazil, a Atlantic Nickel completou um ano de operação no sul da Bahia no mês de outubro, e já comemora a recente descoberta de um novo depósito com potencial significativo de recursos de níquel a apenas 26km de distância, e no mesmo cinturão geológico, de onde já funciona a Mina Santa Rita. 

A proximidade desta nova área com a infraestrutura em operação, somada à viabilidade de integração logística, apontam para o sucesso dos estudos de expansão.  

Sobre a Atlantic Nickel  

Controlada pelo grupo Appian Capital Brazil e única empresa produtora de níquel sulfetado no país, a Atlantic Nickel completou, no último dia 15 de outubro, um ano de operação no interior da Bahia, período em que vem atuando na extração do minério fundamental para a fabricação de baterias de veículos elétricos, atendendo a uma demanda internacional em franca expansão. São 1.500 empregos diretos gerados pelo negócio e uma cadeia produtiva impactada com recursos na ordem de R$ 16 milhões injetados na economia através da contratação de fornecedores locais. 

A projeção da Atlantic Nickel é dobrar a capacidade produtiva, com o início da operação subterrânea na Mina Santa Rita, prevista para 2028, o que vai elevar o tempo de vida útil da mina de oito para 34 anos (8 anos de mina a céu aberto + 26 anos de mina subterrânea). De acordo com a Avaliação Econômica Preliminar, cerca de US$ 355 milhões devem ser investidos nos primeiros cinco anos desta nova fase.