Facebook Youtube WhattApp73 99195-4225

quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Família adota cachorrinha jogada de prédio na Bahia e a batiza de Vitória: ‘Ela é uma sobrevivente’


Vitória. Esse é o nome que a cachorrinha que foi jogada de um prédio em Itabuna, cidade do sul da Bahia, recebeu da nova família, após ser adotada. O caso ocorreu na terça-feira (22). A cadelinha, que tem cerca de dois meses, foi internada e, na saída, foi adotada pelo homem que cuidou dela logo após a agressão. O homem que a adotou é o percussionista Marcelo Nascif, de 44 anos. Ele tem esposa e dois filhos, um de 5 e outro de 16 anos. Ele contou ao G1, nesta quinta-feira (24), que foi movido pela emoção, após saber que o animal tinha sido arremessado. “Eu estava na porta de casa e vi o pessoal na rua gritando, e fui ver o que era. Eu não vi o homem jogando ela. Quando cheguei lá, ela já estava na mão de um vizinho. Ele estava chorando. A minha reação na hora foi resgatá-la. Ela estava muito ferida. Peguei ela, levei no lava jato e lavei a boa dela. Dei um banho, pois ela estava desacordada. Eu abri a boca dela, ela estava sem respirar direito. Comecei a fazer massagem. E ela começou a reagir”, contou. O caso ocorreu no bairro Banco Raso. Alguns moradores relataram que a cadelinha, que é vira-lata, foi arremessada de um apartamento pelo próprio dono. O ocorrido foi denunciado à polícia, que esteve no apartamento do homem. O dono da cachorrinha teria dito que jogou o animal da janela após ter um surto, mas relatou estar arrependido. Após fazer os primeiros socorros, Marcelo levou a cadelinha para a casa dele e, em seguida, acionou a ONG Bicharada, que foi responsável por encaminhar o filhote para o veterinário.