Facebook Youtube WhattApp73 99195-4225

segunda-feira, 28 de setembro de 2020

Advogado é ferido por enxada quando mediava conflito após mordida de cão


Um advogado foi ferido por um golpe de enxada quando tentava mediar um conflito em Alcobaça, no Extremo Sul baiano. O caso ocorreu neste domingo (27) na Rua Oito, do bairro Palmeiras. O conflito foi gerado depois de uma criança, sobrinha do advogado, sofrer uma mordida de um cachorro. Segundo o defensor Vitor Silva, ele procurava um acordo entre os donos do cão e os pais do sobrinho quando uma terceira pessoa se envolveu no caso e o acertou na perna. “Eu estava conversando com o dono do cão na garagem da casa de minha irmã e fui chamar a esposa dona do cão quando essa mulher, que não conheço, começou a me xingar. De repente, não sei da onde ela tirou uma enxada e começou a se aproximar de mim e gritar ‘sai daqui’. De primeiro, eu não acreditava que ela ia tentar uma agressão. Só que ela partiu para cima e me atingiu”, disse o advogado ao Bahia Notícias. O caso foi parar na delegacia. Silva registrou queixa e a mulher, identificada como Lecilvana da Silva Alcantara Laranjeira, foi ouvida e liberada. O corte não foi profundo. No entanto, Silva chamou a atenção para o risco de precedentes que atentem contra o exercício da profissão. “Porque se todo advogado na atuação dele, na tentativa de conciliar uma situação, ocorre isso, o exercício da profissão vai ficar muito difícil”, declarou. Em depoimento, a mulher acusou o advogado de xingar a dona do cão e de ameaçar contra a vida do cachorro. Ela disse ainda que não se lembra de ter usado enxada.