Facebook Youtube WhattApp73 99195-4225

quinta-feira, 27 de agosto de 2020

Decreto que proíbe aglomerações vale também para atividades eleitorais, reclama Rui


Em transmissão ao vivo realizada através das redes sociais, o governador Rui Costa (PT) criticou as aglomerações de pessoas em atos políticos no estado e afirmou que o decreto que estadual vale também para as atividades políticas e eleitorais. “Conversei com o prefeito de Salvador [ACM Neto] nesta semana. Vou conversar com a UPB e vou procurar a Justiça Eleitoral, o Ministério Público Estadual e o Ministério Público Federal, para conversar e pactuar procedimentos para a eleição” disse o governador. “Quem regula o modus operandi da eleição é a Justiça Eleitoral, mas, em função da pandemia, nós precisamos conversar, porque o decreto de aglomeração vale para todas as atividades, inclusive para atividades eleitorais. Vou procurar, para alinhar um normativo. Mas o decreto continua valendo, de proibição das aglomerações”, afirmou Rui. Nas últimas semanas, imagens de atos de pré-campanha eleitoral têm circulado nas redes sociais, mostrando aglomerações de pessoas em plena pandemia da Covid-19. O Bahia Notícias ouviu um especialista, que afirmou que o pré-candidato que faz isso pode estar cometendo um crime. (Correio)