Facebook Youtube WhattApp73 99195-4225

quarta-feira, 29 de abril de 2020

Lula critica falta de respeito de Bolsonaro às vítimas da Covid-19


Oex-presidente Luis Inácio Lula da Silva afirmou na manhã desta quarta-feira, 29, que o presidente Jair Bolsonaro não tem mais condições de governar o Brasil e voltou a defender a sua saída do cargo. "Essa falta de respeito e solidariedade do Bolsonaro às vítimas do coronavírus e aos seus familiares mostra o quanto precisamos discutir a mudança desse governo. É grave. Ele não cuida da pandemia, não cuida da economia e não cuida do povo", disse Lula, em entrevista ao Show do Antônio Carlos, na Super Rádio Tupi do Rio. Na entrevista, o petista disse que para cuidar da vida do ser humano não há preço. "Tem de rodar dinheiro e aumentar a base monetária do País enquanto durar essa pandemia". Na defesa do País imprimir moeda para que as pessoas tenham dinheiro para ficar em casa "Não é apenas questão econômica/financeira, o povo brasileiro não é apenas número, é gente, a vida do ser humano não tem preço. Eu sei que vocês querem trabalhar, sei que muitos precisam de dinheiro, mas tentem ficar em casa. É a melhor forma de se proteger. Se precisar sair mesmo, use máscara, se proteja e cobre do seu patrão segurança no local de trabalho", disse o ex-presidente na entrevista. Além das críticas a Bolsonaro, Lula criticou também alguns dos colaboradores do atual governo e o ex-ministro da Justiça Sérgio Moro. A respeito do ex-juiz condutor da Lava Jato, responsável pela sua prisão, Lula disse que ele sabe de sua inocência e pretende provar que o ex-ministro "é mau caráter, mau juiz e jogou politicamente (com sua prisão)". Na avaliação do ex-presidente, o Brasil era protagonista internacional, "e Bolsonaro jogou tudo fora". Para o petista, o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, "é um maluco". E o ministro da Economia, Paulo Guedes, não utiliza a palavra investimento, "ele só fala em ajuste fiscal e venda de empresa", criticou.