Facebook Youtube WhattApp73 99195-4225

sexta-feira, 3 de abril de 2020

Enfermeiro mata namorada estrangulada após suspeitar que ela o contaminou com coronavírus


Na Itália, o enfermeiro Antonio De Pace, 28, confessou ter matado a namorada, Lorena Quaranta, de 27 anos, ao acreditar que a médica teria lhe contaminado com o novo coronavírus. Embora ambos haviam testado negativo para o vírus, após exames serem realizados. Sgundo o Jornal Daily Mail, os dois trabalhavam no mesmo hospital em Messina, Sicília, auxiliando o atendimento de pessoas infectadas pelo Covid-19. Após o crime, homem teria tentado se suicidar cortando os pulsos, no entanto, foi socorrido. O crime está sendo investigado. m 11 de março deste ano, Lorena usou o seu perfil no Facebook para fazer um apelo aos cidadãos italianos, após o número de médicos mortos por coronavírus subir para 41. Agora, mais do que nunca, precisamos demonstrar responsabilidade e amor pela vida. Vocês devem demonstrar respeito por si mesmos, suas famílias e o país. Vamos ficar todos em casa. Vamos evitar que o próximo adoecer seja um ente querido ou nós mesmos”, escreveu a médica.