Facebook Youtube WhattApp73 99195-4225

quinta-feira, 5 de março de 2020

Ronaldinho e irmão chegam para depor após detenção por passaporte falso; um homem foi preso


O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho e o irmão Roberto Assis vão depor nesta quinta-feira (5), a partir das 9h, após serem detidos portando passaportes falsos no Paraguai. De acordo com o UOL, as autoridades já tinham conhecimento da documentação falsa após uma denúncia, ainda no aeroporto, mas não agiram devido à repercussão sobre a chegada do jogador.Ainda segundo o site, uma pessoa já foi presa acusada de fornecer a documentação. O homem, identificado como Wilmondes Sousa Lira foi preso após a investigação com colaboração de Ronaldinho e Assis. Um dos principais pontos da investigação, no entanto, é o uso destes documentos no território paraguaio, uma vez que não há necessidade de apresentar passaporte brasileiro para entrar no país. O diretor de investigação da polícia informou ao UOL que ambos saíram do Brasil com documentos brasileiros, mas entraram no Paraguai com os documentos falsos. Em 2018, Ronaldinho e o irmão tiveram os documentos apreendidos após decisão da Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS) e do Ministério Público (MP). Na época, os dois foram condenados por crime ambiental devido a uma construção ilegal de um trapiche (rampa para atracar embarcações). No ano passado, Ronaldinho fez acordo com R$ 6 milhões para encerrar o processo e obter novamentos os documentos.