Facebook Instagram Youtube WhattApp73 99119-1758

sexta-feira, 15 de novembro de 2019

Sepultados em Salvador motorista de app que foi morto em assalto e adolescente atingido em tiroteio entre suspeito do crime e policiais


Foram enterrados na manhã desta sexta-feira (15) o motorista de aplicativo Neidson da Silva, de 41 anos, e o adolescente Nathanael Araújo Conceição, de 17. Eles morreram na quinta-feira (14), durante um assalto que culminou em troca de tiros entre o suspeito do crime e policiais rodoviários federais, no bairro da Mata Escura. O motorista de aplicativo foi a vítima do assalto e morreu após ser baleado pelo suspeito do crime. Posteriormente, o criminoso tentou fugir em outro carro, onde estavam Nathanael e o pai dele. Policiais rodoviários federais apareceram, um tiroteio entre eles e o suspeito começou, e o adolescente e o criminoso foram baleados. Eles foram levados ao hospital, mas não resistiram. Neidson foi sepultado no cemitério da Ordem Terceira de São Francisco, na Baixa de Quintas. Já o adolescente foi enterrado no cemitério Bosque da Paz. A família de Nathanael, que está muito abalada, diz que foram os policiais rodoviários federais que atiraram e mataram o adolescente. “O bandido se aproximou do meu irmão com a arma em punho e querendo fuga. Quando ele apontou a arma para meu irmão, meu irmão gritou ‘não atire, porque meu filho está atrás, o bandido abaixou a arma e mandou que meu irmão seguisse, quando meu irão ia seguindo, apareceu uma viatura da Polícia Rodoviária Federal e meu irmão repetiu a mesma mensagem, com as mãos colocadas para fora [do carro].", disse o tio de Nathanel, Samuel dos Prazeres. “Não atire que meu filho está no banco de trás e ele é deficiente. A polícia não atendeu o clamor do meu irmão, dois policiais, um de cada lado [do carro], atiraram no carro do meu irmão e mataram o bandido e meu sobrinho, que estava atrás”, lamentou. Em nota, a PRF informou que os agentes estavam saindo da sede do órgão, em Pirajá, quando escutaram os disparos. Os policiais então foram ao local e entraram em confronto com o assaltante. Depois da troca de tiros, os agentes deram socorro de imediato ao adolescente atingido e também ao assaltante baleado, e levaram os dois para o Hospital Roberto Santos. A nota da PRF destaca que ainda não se sabe de onde partiu o tiro que matou adolescente e que os fatos estão sendo apurados e vão ser esclarecidos pela polícia judiciária e também pelo próprio órgão.

Caso
Neidson fazia uma corrida para uma passageira, que tem 29 anos, por volta das 7h15. As vítimas foram abordadas por um homem armado quando passavam pela Avenida Cardeal Brandão Vilela. Segundo informações da polícia, a mulher disse em depoimento que o suspeito também tentou atirar na direção dela, mas a arma falhou. A vítima também contou que conseguiu se jogar do carro em movimento e por isso ficou ferida. O suspeito de cometer o crime acabou baleado pelos agentes da Polícia Rodoviária Federal , quando tentava fugir com o carro do pai do adolescente. Segundo informações do pai da vítima, que também estava no carro com o adolescente, ele pediu para que não o suspeito não matasse os dois. Nathanael Araújo foi atingido após o homem entrar em confronto com os agentes. Em entrevista ao G1, um familiar de Nathanael, que não quis ter a identidade revelada, informou que o garoto nasceu com malformação congênita. O motorista de aplicativo, Neidson da Silva, deixou dois filhos. Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.