Facebook Instagram Youtube WhattApp73 99119-1758

sexta-feira, 27 de setembro de 2019

Nova fase da Lava Jato apura lavagem de dinheiro no Banco do Brasil


A 66ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada nesta sexta-feira (27), apura lavagem de dinheiro praticada por doleiros e funcionários do Banco do Brasil, de acordo com o Ministério Público Federal (MPF). O G1 fez contato com o Banco do Brasil às 7h27, que informou que se manifestará assim que possível. O MPF informou que o Banco do Brasil colaborou com a operação com provas colhidas a partir de uma investigação interna. São cumpridos sete mandados de busca e apreensão em São Paulo (SP) e um em Natal (RN). Os policiais federais cumprem essas ordens judiciais nas casas dos funcionários da instituição financeira e em uma agência de câmbio. Não há buscas em agência ou sede do Banco do Brasil. Segundo o MPF, esta etapa da Lava Jato investiga três gerentes e um ex-gerente do Banco do Brasil que atuaram para facilitar a realização de operações de lavagem de dinheiro entre os anos de 2011 e 2014. As movimentações superaram R$ 200 milhões. Os suspeitos, conforme a PF, atuaram em benefício de empresas que contratavam com a Petrobras e necessitavam de dinheiro em espécie para o pagamento de vantagens indevidas a agentes públicos. Os gerentes são vinculados a três agências do Banco do Brasil em São Paulo. Continue lendo no G1