Facebook Instagram Youtube WhattApp73 99119-1758

sexta-feira, 8 de março de 2019

Bahia: Homem é preso por torturar e manter namorada e filho dela em cárcere por 8 meses


Um homem de 28 anos foi preso em flagrante, em Salvador, suspeito de manter a namorada de 18 anos e o filho dela, de 3 anos, em cárcere privado por cerca de oito meses. O caso foi descoberto pela polícia após a vítima aproveitar um momento de distração do suspeito e usar o celular dele para avisar à mãe onde estava presa. "Ontem, a mãe da vítima foi até a Deam e noticiou o fato. Ela reside em Paripe e disse que a vítima estava em cárcere privado e sofrendo tortura. Mostrou algumas fotos dela e do neto, que estava deitado no chão, e pediu a diligência. Havia uma carta contando todo o sofrimento e pedindo que a mãe a auxiliasse", relatou a delegada titular da Deam, Simone Moutinho.

William Guimarães de Oliveira, que negou as acusações em depoimento, foi localizado no Jardim das Margaridas, na quinta-feira (7), mesmo dia em que a mãe da jovem denunciou o caso à polícia. Natural do Rio de Janeiro, o suspeito foi apresentado à imprensa na tarde desta sexta, na sede da Polícia Civil, na Piedade. A polícia disse que o homem foi preso na rua onde ficava o imóvel em que mantinha as vítimas presas e estava com a chave da casa no bolso. 

De acordo com a Polícia Civil, ainda na quinta, a jovem enviou fotos dela e do filho, fruto de outro relacionamento, para a mãe com o celular do suspeito, avisou que os dois estavam sendo vítimas de constantes espancamentos e sessões de tortura e também onde estavam presos. Na foto enviada para a mãe, a vítima aparecia bastante lesionada, informou a polícia. A mãe, então, foi até a delegacia para registrar a ocorrência. A polícia disse que Willian e a jovem se conheceram há oito meses, via amigos em comum, e começaram a trocar mensagens por um aplicativo de mensagem. *Com informações do G1