Facebook Instagram Youtube WhattApp73 99119-1758

quarta-feira, 13 de junho de 2018

Quem ganha Bolsa Família dá o dobro de calote, diz Banco Central


Ganhando pouco dinheiro, beneficiários do Bolsa Família enfrentam dificuldades para pagar as suas contas e possuem, em média, o dobro das dívidas atrasadas em relação à média de outras pessoas de baixa renda. Dados do Banco Central mostram que a taxa de inadimplência entre beneficiários do programa foi de 6,1% em 2017. Para os demais integrantes do Cadastro Único para Programas Sociais, esse percentual foi de 3% no ano passado. Na média de todos os incluídos no cadastro único, essa taxa foi de 3,8% em 2017. O cadastro reúne pessoas de baixa renda (até três salários mínimos somando toda a família). Os dados constam do Relatório de Economia Bancária divulgado nesta terça-feira (12) pelo Banco Central. Segundo a autoridade monetária, são considerados inadimplentes os clientes que possuem alguma parcela em atraso por mais de 90 dias. *As informações são do UOL