Facebook Instagram Youtube WhattApp73 99119-1758

sexta-feira, 9 de março de 2018

Peritos da Polícia Federal defendem voto impresso nas urnas


Apesar da ação da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, para derrubar o voto impresso, a Associação dos Peritos Criminais Federais (APCF) decidiu levar ao ministro Luiz Fux (TSE) posicionamento favorável à adoção do sistema neste ano, segundo a Coluna do Estadão, do jornal O Estado de São Paulo. Segundo a publicação, a Corte Eleitoral determinou que, após o preenchimento da urna eletrônica, seja impresso um recibo para que o eleitor confira seu voto. “O sistema de votação não deve ser unicamente digital. Uma falha pode alterar o resultado e não há meios para conferir”, diz o presidente da APCF, Marcos Camargo. Ao jornal, Camargo argumenta que o voto impresso dará maior segurança caso haja, por exemplo, necessidade de auditoria. “A urna eletrônica e o voto impresso não são excludentes, mas complementares.” Nos dias 7 e 8 de maio, peritos criminais da PF e um estudante da Unicamp que identificaram pontos de vulnerabilidade nos testes de segurança da urna eletrônica vão repeti-los.