Facebook Instagram Youtube WhattApp73 99119-1758

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Traficantes torturam suspeitos de morte de crianças de 3 anos em SP


Dois homens apontados como responsáveis pela morte de duas meninas na favela do Jardim Lapena, em São Paulo, foram torturados por traficantes da região. A Polícia Militar resgatou os dois agredidos na segunda-feira (16). A Polícia Civil afirmou que investiga os dois, mas não os trata como suspeitos, até porque ainda não confirmou se as duas meninas de 3 anos foram de fato assassinadas. A informação é da Folha de S. Paulo. Adrielly Mel Severo Porto e Beatriz Moreira dos Santos eram vizinhas e desapareceram juntas em 24 de setembro. Os corpos foram achados no último dia 12, dentro de um Fiat Fiorino, a apenas 150m das casas das duas. A polícia investiga se elas foram vítimas de crime violento ou morreram acidentalmente, se trancando no carro. Um dos agredidos na favela já tem passagem por estupro. O outro é vizinho das meninas. Este último afirmou conhecer as crianças e também disse que a mãe de uma delas já o tinha visitado com a filha. Os dois negam qualquer envolvimento com a morte das crianças. Depois que surgiu o boato de que os dois teriam sequestrado, estuprado e matado as crianças, traficantes capturaram a dupla, conduzindo sessões de tortura como punição. A polícia afirma aguardar laudos para identificar formalmente as vítimas e saber a causa da morte. (Estadão)